terça-feira, 27 de agosto de 2013

Actualizando 3 de...






e mudando de ares.




3 comentários:

  1. vejo-te à beira do abismo.

    beijos

    ResponderEliminar
  2. Tenho um familiar com uma história daquelas de contar aos netos, numa estradinha assim, nas montanhas da Bolívia. Boa tarde, Zé :-)

    R.

    ResponderEliminar
  3. A Madeira, antes da "grande obra" de AJJ, paga por todos nós e nossos descendentes,
    também tinha uns troços de estrada parecidos, nada de tão "infinito", mas ainda assim
    complicados. Apanhei lá um cagaço, uma vez. Abençoados túneis do Alberto João!

    E aqui está um sítio onde eu ainda não meti o sim-senhor e que adorava conhecer!

    Saudações, primaço!

    ResponderEliminar