sexta-feira, 7 de fevereiro de 2014

"Em todas as almas, como em todas as casas, além da fachada, há um interior escondido."




A chuva e a humidade persistentes, entorpecem-me os dedos. tenho as mãos geladas e o coração aos pulos, a pele seca, os nódulos gretados e os pensamentos por ai perdidos, não sei bem onde, por onde me perco, por onde me deixo, por onde vou ficando. às vezes gostava de vos poder contar, contar o que me escorre e me sangra o coração. falar-vos de sentimentos, da vida e da razão, mas não passo de um boneco, de um personagem ao qual não está destinado esse papel. 
Com esmero e alguma volúpia colecciono pedaços de vós, com canseira e desinteresse mostro retalhos de mim.
Foda-se lá o drama! É que o drama, no final só nos trama!
Bom fim de semana a todos!

7 comentários:

  1. http://www.youtube.com/watch?v=YXWc3aFrxCo

    ResponderEliminar
  2. Sempre meu querido Zé! Há sempre coisas que guardamos e que nos ferem! Por vezes é mais fácil assim.
    Fala-me de ti! Sou boa ouvinte, e não gosto de te saber assim. :)
    Facto, que este tempo também não ajuda nada. Mas arrebita, o sol está quase ali...ou aqui! ;)

    Bom Fim de semana!

    Beijinho grande

    ResponderEliminar
  3. Dear Zé, não fosse eu a "encarnação" desse lado B, dava-lhe música para o Fds mas como desconheço os seus gostos musicais para escolher no jukebox...Bom Fds :)))

    ResponderEliminar
  4. Deixo-te um beijo. Guarda os teus fantasmas e sorri à vida, ouvi dizer que todos os dias de manhã nasce um novo dia, ou o vives intensamente ou o deixas passar...cabe a ti decidir o que fazer.

    :)))))

    ResponderEliminar
  5. Olha, passa lá pelo tasco e copia, a ver se te passa a monguice!
    Ai o caralho!!!

    ResponderEliminar