segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

Segundas rameironas





Sempre... sempre, a ridícula obsessão do amor... por oposição, claro está.



6 comentários:

  1. Tenho muita curiosidade em ver esse filme...

    ResponderEliminar
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  3. Vi os dois volumes e gostei muito, sexo à parte.

    ResponderEliminar
  4. Tenho de ver o segundo filme... Ainda não aconteceu. Mas o primeiro deixou-me com água na boca!

    ResponderEliminar
  5. Vi a primeira parte e gostei muito. Penso mesmo que o único meio através do qual a mensagem principal podia ser transmitida é mesmo aquele - o nu e o sexo explícitos.

    Abraço

    ResponderEliminar
  6. Um tema que facilmente pode cair nos clichés mas com um elenco assim...a ver.

    ResponderEliminar