segunda-feira, 14 de outubro de 2013






Se bem repararem, quando duas ou mais pessoas nada têm a dizer, falam sobre como está o tempo para puxar conversa:
Ora então, frio não está. O céu está cinzento e vai chuviscando. E pronto, é assim. A coisa até podia aquecer se metesse aqui uma menina pelada a fazer de conta que era a senhora do serviço informativo de meteorologia, mas não me apetece, e também pode ser que assim me comecem a levar mais à séria e pensem menos no Zé como um tarado de vão de escadas, daqueles com ar sombrio e de mãos nos bolsos da gabardine, sobre o corpo nu, qual homem-bomba, pronto a mostrar a artilharia ( vide literatura sobre caçadeira de canos serrados ). Mas serei educado e prometo que ainda não é hoje que mostro. Só porque sim e porque não me dá na veneta. Tirando isso, informo os demais que tento a todo o custo resistir às mudanças de estação, e dizer adeus ao meu verão. Ah ah! Vêem! Vêem com bate certo a coisa do tempo. E por estes dias terei nova companhia, quer dizer, terei companhia cá por casa e por essa razão ando a fazer ninho...

7 comentários:

  1. Esse ninho bem quente. Bom dia, Zé :-)

    R.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Até vai pegar fogo! :)))
      Bom dia.

      Eliminar
  2. O bom que é "aninhar"!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. "Aninhar" é um verbo perigoso! Pelo menos para o zé que está no vão das escadas, hehehehehehehehehehehehe... ok, recuperado e de volta, é um verbo bonito e lascivo. Assim está melhor. :)))

      Eliminar
    2. :-)))))))))))))))

      Mas o vão das escadas, é provisorio, depois do ninho feito, nada melhor do que "aninhar".

      Eliminar
    3. Bem visto! As mulheres são assim, perspicazes... ;)
      Vou-me ao petisco. Bom apetite, my Dear!

      Eliminar
  3. Cuidado, primo!
    Olha se aparece algum cuco... eheheh

    ResponderEliminar