terça-feira, 14 de maio de 2013

"E assim sou, fútil e sensível...







... capaz de impulsos violentos e absorventes, maus e bons, nobres e vis, mas nunca de um sentimento que subsista, nunca de uma emoção que continue, e entre para a substância da alma. Tudo em mim é a tendência para ser a seguir outra coisa: uma impaciência da alma consigo mesma, como com uma criança inoportuna; um desassossego sempre crescente e sempre igual. Tudo me interessa e nada me prende. Atendo a tudo sonhando sempre; fixo os mínimos gestos faciais de com quem falo, recolho as entoações milimétricas dos seus dizeres expressos(...)"
Livro do Desassossego






14 comentários:

  1. Bom dia Zé!

    Somos todos um pouco.

    (falta o som)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom dia sweet Sol.

      Pois falta, mas hoje "tudo me interessa e nada me prende", de maneira que subsiste uma aridez tremenda!
      Alguma sugestão? :)))

      Eliminar
    2. http://www.youtube.com/watch?v=VmOO5Y1wiIA&list=SP9EF9E1DAC74CE024

      Eliminar
  2. «Tudo me interessa e nada me prende.»

    e está dito.

    Beijo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :))) já foi dito, mesmo há segundos.

      Eliminar
  3. A Sol já o disse. Assim fico-me pelo boa tarde, Zé :-)

    R.

    ResponderEliminar
  4. se o livro é o do desassossego, a casa é a do filme skyfall (parece mesmo)
    boas tardes maltinha

    ResponderEliminar
  5. Mas que dasassossego por aqui vai.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  6. Ora aí está um local excelente para um pic-nic!

    ResponderEliminar
  7. Tu és dos bons, isso sim!
    Abraço, companheiro!

    ResponderEliminar
  8. zé... knock, knock!
    larga a miúda 5minutos e vem(-te) escrever para nós! tipo JÁ! :p

    ResponderEliminar
  9. Zé!!! Bom fim de semana ;)))

    ResponderEliminar
  10. Bom fim de semana, Zé:-)

    R.

    ResponderEliminar
  11. Primaço?????
    Onde andas pá?????????????

    Grande abraço

    ResponderEliminar