sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

Meninas, cheguei!






Enfim sozinhos. No escuro. Gosto do escuro. Apenas uma pequena frincha de luz por debaixo da porta.
Parado, como um invisual, tento ambientar-me ao quarto e adapto os sentidos. Sinto o cheiro. Sinto o teu respirar ansioso. As palmas das mãos estão dormentes e transpiradas. O corpo tenso.
Ouço um clic, viro a cabeça à procura de onde vem o barulho e de seguida o som baixo da música.



Algo cambaleante, avanço até ao fundo da cama e sinto os teus pés, descalços.
Sinto as pernas, despidas. 
- Nua! Estás nua! 
E um sorriso matreiro.
A medo, toco. A pele macia e depilada.
Avanço e coloco-me de joelhos sobre a cama, entre as tuas pernas.
Com a ponta dos dedos palmilho as pernas. 
Sinto as curvas. 
Sinto as ossadas.
Sinto a carne.
Aperto as coxas e toco a pele com a boca.
Com os lábios calcorreio o caminho antes traçado com as mãos.
De junto dos pés, por dentro das pernas, percorro até aos joelhos.
Dobro-os.
Afasto as pernas.
Afasto mais...
Puxo o corpo para mim e, ainda pela parte de dentro, continuo.
Devagar.
Com a boca...
Com os lábios...
Com a língua...
Sinto o calor.
Sinto o tremer.
Sinto a arrepiar.
Sinto o cheiro.
Sinto o pulsar.
Sinto molhado.
Cheguei!






Malena, esta é a minha preferida.


9 comentários:

  1. Linda, a música. Lindo, o texto.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isto é para verem, porque vocês não acreditam, mas Dear Zé é um romântico!
      :)))))

      Obrigado, my dear Malena.

      Eliminar
  2. mas que belo texto, Zé... (ahahahahahahahahahahah!)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hmm, Hmm...
      Achas?

      :))))))

      Eliminar
    2. ahahahahahahahahahahh! nunca o tinha lido.

      minetes... homem... quem não gosta?!? quem não quer?!?

      Eliminar

    3. Concordo com tudo, apenas excluo o "homem".
      hahahahaha

      Eliminar
  3. Diz-me uma coisa tu chegaste onde dizes que chegaste e ficaste por lá muito tempo? :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O suficiente para que quase me arrancasse as orelhas e me suplicasse para que a fodesse.
      It's that enough, my darling?
      :)))))))

      Eliminar
    2. Pela descrição parece indicar que foi o tempo adequado :)

      Eliminar