quinta-feira, 21 de março de 2013

Toma!







O próprio Bordalo Pinheiro definiu o personagem: 
"O Zé Povinho olha para um lado e para o outro e... fica como sempre... a bater uma ".
(167º aniversário de Rafael Bordalo Pinheiro)





19 comentários:

  1. Boa Tarde menino Zé!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa tarde menina, como vai isso?
      :))

      Eliminar
    2. Tudo bien! E tu? Hoje não temos direito a mais? É dia da poesia ;)

      Eliminar
    3. Eu sei, linda. É dia do aniversário do criador do Zé Povinho, é dia da poesia, é Primavera... :)))

      Eliminar
  2. Respostas
    1. se vier poesia hoje, que seja de intervenção e deportação!!!!

      Eliminar
  3. Nunca um gesto tão simples ( o manguito!) definiu tão bem o estado de espírito generalizado. Bem sei que ainda há quem prefira um "caralho das caldas", mas isso...

    :))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Venha o diabo e escolha... e cada um a seu dono.

      (fico-me pelo manguito)
      :))

      Eliminar
  4. Pois é, as meninas têm razão, agora que sabemos que o querido Zé é um romântico e escreve bem, elevaste a bitola, no dia da primavera e da poesia, esperamos algo mais além do criador do «manguito» (até porque o amigo R. já fez a homenagem ao dito cujo, Bordalo Pinheiro).

    Beijo grande,
    Ana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E como é dia do criador do Zé Povinho, fiquemos com os ditados do povo: Quem espera, sempre alcança.
      :))

      Eliminar
    2. Esperamos então ;)

      Eliminar
  5. Bom dia Zé! Bom dia, meninas e meninos!

    R.

    ResponderEliminar
  6. sinto-me tão do povo!!!! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Kapa, já estava a ficar com um formigueiro na mão, finalmente alguém me acompanha! :))))))

      Eliminar
  7. dear zé, o teu homónimo :p

    ResponderEliminar