quinta-feira, 6 de junho de 2013

O dia! O dia...



Então é assim: o dia esteve esmorecido. O dia! Atenção, foi o dia!
Um gajo cá se vai aguentando. Dias melhores, dias piores, pronto, nada de especial.

Sentei-me em frente ao monitor na expectativa de que me saísse pelos dedos algumas palavras menos sérias e mais estimulantes às hormonas. O dia continuava esmorecido. O dia! O dia...

Fui ver gajas na net. Aqui pelo trabalho vai uma miséria, até isso nos tiram, e a única que valia uns momentos a sós de consolo, era Luísa, mas já nem essa ordinária por cá pára. Vi gajas nuas, semi-nuas, o mesmo de sempre. E o dia ainda esmorecido. O dia, já disse!

Mudei de links e de vistas, afinal de contas o dia ia esmorecido e as palavras continuavam murchas. As palavras! As palavras, minha gente! Paisagens, gente (vestida), animais, textos, coisas e já quase em desespero de causa, e com uma sensação de derrota, eis que surge uma imagem.

Diz que as imagens valem por palavras. Ainda não encontrei uma suficientemente grandiosa para aqui colocar que não carecesse de palavras, e tal como as gajas tenho sempre algo a dizer. 
Assim sendo, e todo eu em combustão, porque o dia, o dia, senhores, o dia foi murcho, primeiro mostro:





E  depois legendo com isto:
Tenho um lombo de porco todo à maneira que a Dª Arlete me deixou já pronto a meter ao forno, é só virar e regar quando necessário. Acompanha com batatinha nova, uma salada de legumes e tinto da Ermelinda. Está a ficar tostadinho e cheira bem. Não tarda muito (marcámos para as 21:15horas), ela entra-me por ai adentro. Tenho a mesa posta na sala, ouço isto, e o mais certo é que mantenha ( sim ouço isto, não sei, mas não estou doente, não pensem ). 
Mas a dúvida permanece, comemos primeiro e fodo-a a seguir, ou damos já cabo da mesa, e jantamos nus, com um sorriso idiota de satisfação chapado no rosto, na mesa da cozinha, que sempre estará mais arrumada?!






13 comentários:

  1. O lombo não foge. E já que a mesa vai ia ficar de qualquer maneira desarranjada, aproveita.

    R.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Qual deles?! hehehe, não fugiu ou, não fugiram, nem um nem outro. :)))))

      Eliminar
  2. Bah, mas que dúvida infantil.
    Primeiro foder, depois comer. Ou achas que a digestão se faz antes de comer?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ;) estou com a Pseudo. :)

      bom jantar. (dá-lhe como eu o faria :b)

      Eliminar
    2. Pseudo,
      Tu não sabes, mas aquela carne cheirava tãooooo bem. :))

      Eliminar
    3. nAninha,
      Lá estás tu essa mania de camionista :))
      :B

      Eliminar
  3. Zé, acho que tanto faz!!!!

    de qualquer modo, boa noite!!! ;)

    ResponderEliminar
  4. Foda-se primo!
    Com esta música espectacular ( eu adoro o João Sebastião ) ela quer lá saber
    do lombo. Ela quer é levar no lombo!!!!
    Dá-le!
    (a Ermelinda soa-me bem! quase como o JS)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Primo, não há música ou Sebastião que valham, é quase como a tua vizinha de cima, nestas alturas, a música é outra :))))))))))

      JS é também uma boa escolha. ;)

      Eliminar
  5. Mr., o lombo, depois de frio, requentado no micro-ondas fica um nojo. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mr., devo dizer-te que não é preciso requentar no micro-ondas, frio também se come bem. Aliás, quando o apetite é devastador, está sempre tudo bem.
      :))

      Eliminar