sexta-feira, 28 de junho de 2013

Tinoni... tinoni...


 

     Entrou-me de rompante,                            
     vinha afogueada.
     Apanhou-me de surpresa,
     fiquei com ela entesada!

     Quis que a socorresse
     e o fogo lhe apagasse.
     Antes que tudo esmorecesse
     deixei que a bomba ainda mais a atiçasse.

     E para que não tenham dúvidas
     da minha generosa intenção,
     Voluntariei-me logo para a causa
     e devagarinho, amei-a no chão.

     Ficou foleiro no final,
     mas a parte do coração,
     A mim dá tesão
     e a elas dá-lhes emoção!






13 comentários:

  1. Entrou-me de rompante,
    fiquei afogueada.
    Apanhou-me de surpresa,
    fiquei com ela toda molhada!

    Quis que me socorresse
    e o fogo me apagasse.
    Antes que tudo esmorecesse
    deixou que a bomba ainda mais me atiçasse.

    E para que não tenham dúvidas
    da sua generosa intenção,
    Voluntariou-se logo para a causa
    e devagarinho, amou-me no chão.

    Ficou foleiro no final,
    mas a parte do coração,
    A ele dá emoção
    e a mim dá-me tesão!



    meu doce Zé...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Minha doce nAninha
      lá bai o carro
      por ai abaixo a esgalhar
      Se não me perder pelo caminho
      Chego ai inteirinho para te amar.

      Ficou lindo, ora diz lá agora se não foi com emoção,
      minha menina disfarçada de camionista?! :)))



      Eliminar
    2. :)))))

      A patareca já morre de saudades
      Vê lá se te despachas a chegar!
      Meu querido grande amor Zé
      Estou aqui só p'ra te amar :b

      Eliminar
    3. Minha doce fanequinha
      vai preparando aconchego
      se não chegar antes da noitinha
      é porque me fiquei por outro rego.
      :BBBBB

      :))

      Eliminar
    4. :)))))))))))

      Minha naninha
      não sejas mazinha
      Fica de bem comigo
      que eu trato-te da patarequinha.

      (que queres? pões-te a jeito e eu.. zás! anda vamos fazer as pazes e o amor... anda... :))))

      Eliminar
    5. meu Zé, grande malandreco,
      besuntava-te esse Zequinha todo,
      mas tu vais comer rego fora,
      e eu é que me fodo!

      Eliminar
    6. naninha, aqui tens meu coração
      e a chave para o abrir
      E agora vou já de gazão
      para a tua patareca partir!

      :))))

      Eliminar
    7. dá-me tudo, meu amor,
      mas não me partas a patarequinha.
      sabes que só existes tu,
      mas a coisa ainda é minha! :b

      Eliminar
  2. Ora e não é que o nosso querido Zé hoje está um poeta?

    Não achei nada foleiro,
    nem no ínicio nem no final
    Achei um poema porreiro
    fez-me sorrir, por sinal!

    Beijo *Estrela*do*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu achei bastante ajeitada
      essa tua resposta em rima.
      Dei uma grande gargalhada
      e senti um calor por mim acima!

      :)))))
      Beijo

      Eliminar
    2. Com um sorriso rasgado
      esse calor sentiu-se aqui
      o que é engraçado
      porque nem nunca te vi!

      Parece que o texto rimado
      do nosso querido Zé
      traz o calor agarrado
      Ahhh pois é!

      Eliminar
  3. Está bonito sim senhor,
    Anda por aqui grande algazarra
    Anda tudo fugoso,
    Com vontade de tudo e mais nada.


    Bom fim de semana Zé!

    ResponderEliminar