quinta-feira, 14 de novembro de 2013

E não esquecendo que Novembro é o mês do Natal antecipado...





Sempre uma arte... sem dúvida, perfeitas, lindas, naturais... isto é arte minha gente!
(desculpem mas voltei a esvaziar a mente)




20 comentários:

  1. Jazuuuuuuuuuuuuuus... Homem de bom gosto!

    A mim agrada-me sobremaneira!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ela é que é de bom olhar. Um autêntico deleite!
      :)

      Eliminar
  2. Ó diabo... está uma bonita tarde :))

    Beijinho Zézito!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estava, hoje já será mais farrusca, pelo menos por cá. A menina fechou as cortinas... tst tst tst.

      Beijo! :))

      Eliminar
  3. Giraça!
    Se é assim em Novembro... :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ...em Dezembro chuchais no dedo, ora essa, estamos em tempos de contenção!
      Hehehehehe.

      Eliminar
  4. Se estás a sugerir que é «isto» que queres para o natal, lamento, mas não sei onde se encontra...

    Beijo,
    Ana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já tenho a minha prenda para o Natal... :)))

      "disto", tenho em crer que se sairmos à rua, encontramos. é apenas uma dica ;)
      Beijo

      Eliminar
    2. Sim, acredito, mas se pudesse agarrar e levar para casa, já tinha levado.
      Tenho inveja de mamas assim.

      Beijo

      Eliminar
    3. Minha querida Ana, inveja é um sentimento que nos corrói a alma, entre outros, claro.
      Devemos-nos sempre satisfazer com aquilo que somos, procurando sempre mais, dentro de nós e nunca o do próximo.
      Cada um é como cada qual, e é óbvio que há determinadas coisas que não conseguimos ter por mais que nos esforcemos. Acredito que, para uma mulher, ter maminhas que as preencham fará parte do íntimo feminino, e como não somos todos perfeitos, e a perfeição é o imaginário dos tolos, devemos sempre aceitar aquilo que somos, pelo nosso bem e pelo nosso equilíbrio como ser humano.
      Beijo

      Eliminar
    4. Uiii, que profundo.
      Eu sou uma mulher que não deixa que nada lhe corroa a alma.
      Digo isto só como piadola, pois a verdade verdadinha, é que o homem escolhe a mulher pelo seu todo, depois come as mamas que ela tiver.
      Eu não tenho razões de queixa, mas agradeço o teu cuidado.

      Beijo muito grande,
      Ana

      Eliminar
    5. Ninguém escolhe ninguém pelo seu todo. Há sempre algo, logo de início, que desperta. O homem escolhe com os olhos, maioritariamente. Escolhe pelas mamas, escolhe pelo rabo, escolhe pelas pernas... escolhe pelo que à primeira vista agrada. Depois, mais tarde, depois de uma foda, duas ou três, é capaz de começar olhar com mais atenção.
      Já as escolhas do seu todo, são feitas com o tempo e para o tempo, quiçá para a vida.... ;)

      Peço desculpa se o reparo foi menos elegante ou descuidado, mas, não raras vezes, te leio a queixares-te de que tens inveja de certas maminhas. Tão somente.

      E não terá sido assim tão profundo, disse apenas aquilo que penso, pois sou daqueles que escreve e comenta o que pensa, e não o que agrada.
      Beijo

      Eliminar
    6. Ó homem, tem calma, eu não me senti ofendida nem nada que se pareça.
      Aliás, eu sou mulher muito pouco politicamente correcta, certo?
      Concordo que de início é a imagem que é cartão de visita, mas quando escolhes para uma vida em comum, já viste tudo à lupa (ou deves) para se tomar uma decisão consciente, porque infelizmente o amor não resolve tudo.
      No nosso caso, estamos a falar de uma relação de 18 anos e continuo feliz.
      Beijo

      P.S. Prometo que nunca mais me queixo do tamanho das minhas mamas.

      Eliminar
    7. Mas que raio de defeito têm as tuas mamas???
      Eu cá acho-as um mimo!!! :)))

      Eliminar
    8. Nenhum, são óptimas.
      E tu és boa boca.
      Beijo

      Eliminar
    9. e umas mamas boas também não resolvem nada! Digo eu.. :)))))))))))))))))
      pelo menos quando se quer ter uma relação para a vida ou para o tempo que for.

      Nada disso, queixa-te para ai à vontade, são tuas e mais ninguém senão tu tem o direito ou pode reclamar acerca delas :)
      Beijo

      Eliminar
  5. Nem muito grandes nem muito pequenas, perfeitinhas! Muito bom sentido estético e de elegância, Dear Zé. Isso é raro, muito raro.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bem vinda, minha querida, Gaia :))
      Sempre achei que quantidade não é sinónimo de qualidade, embora não deixe totalmente de lado que também podemos ter ambas juntas, mas tenho gostos mais recatados. :))

      Eliminar