segunda-feira, 4 de novembro de 2013





Por entre a névoa tão característica daquela cidade, caminhava sob a luz ténue e intercalada dos candeeiros de rua, sujos e riscados. Pelas ruas estreitas e vazias seguia o seu caminho, com destino incerto e errante. O silêncio era profundo, e além do bater das solas nas pedras da calçada, apenas conseguia ouvir o amotinar de pensamentos na sua cabeça.

Ao cimo parou. Olhou para o céu pintalgado de nuvens grandes e brancas, algumas cinzentas, que a luz da lua cheia fazia reflectir. Fechou os olhos e sentiu umas fracas e esfumadas pingas de chuva sobre a face. Tacteou o corpo com as duas mãos e expiou os bolsos à procura do tabaco. Sorriu com desdém e disse a meia voz: Já não fumas, estúpido!

Ter-lhe-ia sabido bem um cigarro naquele momento. Sentia um enorme aperto dentro de si, um desassossego que se acomodava por todo o corpo e quase lhe rebentava o peito. O inspirar do fumo, tê-lo-ía acalmado. Apesar de maléfico, tinha esse efeito, de tranquilizante.

Abanou a cabeça, lamentando-se, mas, pelo menos naquele instante de tempo, tinha-a ocupado com outros pensamentos, ainda que patetas. Continuou a caminhar, agora a par do rio, ouvindo chocalhar da água. Caminharia pela cidade fora, pela noite adentro e pelo desfiar dos pensamentos.

Logo, não sabia quando, seria dia, talvez chovesse ou fizesse sol, mas a vida continuaria indiferente à sua razão. E "pensar, sentir, querer, tornam-se uma só confusa coisa. As crenças, as sensações, as coisas imaginadas e as actuais estão desarrumadas, são como o conteúdo misturado no chão, de várias gavetas subvertidas."





16 comentários:

  1. Adorei o texto e a imagem esta muito bem escolhida:))
    " as coisas imaginadas e as actuais estão desarrumadas"... Palavras estas que me dizem tanto ;))
    Uma beijoca

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado, minha querida.

      Com o tempo tudo se arruma... :)
      Beijo

      Eliminar
  2. Respostas
    1. um abraço e um beijo no cachaço.
      :))))

      Eliminar
    2. com força, Zé! :))))

      Eliminar
  3. Errático.

    Beijo d'(Ela)

    ResponderEliminar
  4. Com um travo de tristeza, belo!
    :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E um agradecimento (agora bem mais alegre). :)))

      Eliminar
  5. " O mundo é de quem não sente. A condição essencial para ser um homem prático é a ausência de sensibilidade."

    Em permanente desassossego.

    Boa tarde :-)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sempre! Quase dava para escrever um livro, hehehehe
      Beijo ;)

      Eliminar
  6. Primaço, atão, indágóra começou...

    ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. o quê? o que é que começou? hoje joga o sporting é?! Tshh ,não percas tempo, Leãozaço. :))))))))))

      Eliminar
    2. Hoje joga efectivamente o Sporting!

      (na Grécia...) ;)

      Eliminar
    3. Spooooooooooorting!!!

      eheheheheheheheh

      Eliminar