terça-feira, 16 de abril de 2013

Rewind and play








Os amantes servem para foder e nunca para amar. Um amante, independentemente de ser homem ou mulher, alivia o tesão do outro. Serve. Satisfaz. Agrada. Querendo e tendo tudo isso de volta, pensou ele.
Percorreu-lhe o corpo com as mãos, aquelas que sabiamente aos poucos a tacteavam. Levantou-lhe a saia, descobriu-lhe as pernas, afastou-as e posicionou-se entre elas. Com a mão espalmada afagou-lhe o corpo por cima da cueca de renda branca. Ela apertou as pernas e ele insistiu esgueirando um ou dois dedos por entre os folhos da roupa íntima.
Verdadeiras máquinas de prazer, continuava. Actos repetidos, renovados e reinventados com o único intuito de saciar
Ela gemeu e fechou os olhos, choramingando. A dor da consciência, o medo da entrega, e a vontade de o fazer atormentavam-na. Sentiu-lhe os lábios pelas pernas, a mistura do calor e do molhado da boca, os beijos repetidos e seguidos pela perna acima e as mãos que vagarosamente afastavam a cueca.
Desengane-se aquele que pensa o contrário. Não se iluda aquele que julga que o amante um dia amará, que nunca abandonará e que perdurará, encerrou ele.
O choro transformado em riso, o desejo em chama ardente, e os dedos que alcançavam o que até ao momento incólume permanecera. 






14 comentários:

  1. lindíssimo, meu Zé, lindíssimo.

    ResponderEliminar
  2. Os/as amantes pensam que nunca serão abandonados/as. E, no entanto, foram feitos/as para isso. Mas esta pré-disposição é coisa para elevar a temperatura a níveis brutais...

    ( Mr. Zé, já disse que é preciso cuidado com a vizinha do sexto esquerdo, esconde um segredo que não se aguenta)

    :))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E uma amante pode ser tão incómoda como uma esposa, quando se tem apenas uma.
      É capaz de ser hora de subir ao sexto andar.
      :))

      Eliminar
    2. Vê lá se só tem 5 pisos :-b

      R.

      Eliminar
    3. Hehehehe.
      é daqueles prédios mais antigos, quando ainda não havia pdm.
      :))

      Eliminar
    4. Não há pdm, mas há tpm. Cuidado :-)

      R.

      Eliminar
    5. Nessas alturas eu ponho-me ao largo! :))

      Eliminar
  3. Por definição e como a palavra indica amante é aquele que ama.
    Agora o que se ama, é que provoca a controvérsia.
    Ama-se o prazer, o sexo, a mulher do outro, ou simplesmente a si próprio?
    Aqui é que está o busilis da questão.

    Beijo grande,
    Ana

    P.S. Eu não fugi, mas ando mesmo com muito trabalho.
    Beijo muito grande a todos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por isso é que a gente um pouco mais antiga que eu,
      definia esta relação como "amigos"; fulano tem uma "amiga",
      fulana tem um "amigo", independentemente se existia (por vezes existia mesmo)
      ou não amor à mistura, uma vez que os casamentos eram, bastas vezes, negócios de famílias.

      Ana, se fugisses eu apanhava-te! :)))

      Eliminar
  4. Vivam os amantes e a sua entrega.
    Beijo

    ResponderEliminar
  5. "Os amantes infelizes, deveriam ter coragem
    para mudar de caminho..."

    http://www.youtube.com/watch?v=grqXmCKQ1i4

    ResponderEliminar